Clique aqui para acessar o site da Revista Mineração.

 

NOTÍCIAS
Folha Vale do Paraopeba

Cidades do Vale do Paraopeba perderão sinal analógico de TV em julho

Moradores de Igarapé, São Joaquim de Bicas, Betim, Sarzedo, Mário Campos, Juatuba e Brumadinho deverão se adaptar à mudança
Por Bruna Nogueira


As cidades que compõe a região do Médio Vale do Paraopeba (Igarapé, São Joaquim de Bicas, Betim, Sarzedo, Mário Campos, Juatuba e Brumadinho) terão o sinal de TV analógico desligado a partir de 26 de julho. A data segue o calendário nacional que iniciou o desligamento em outras regiões brasileiras desde 29 de março desde ano.


Até o fim do sinal analógico, é mandatório por lei que as televisões ofereçam os canais abertos gratuitamente. A partir do momento em que todas as TV’s sejam todas digitais, as emissoras terão liberdade para negociar a venda de conteúdo para operadoras de TV paga.


Para quem ainda não possui uma televisão digital ou pacotes de canais pagos, é possível se adaptar. É possível trocar o televisor por um novo que já venha com o conversor digital, ou comprar um dispositivo de conversão e instalá-lo na TV antiga.


Para segunda opção, é preciso adquirir um item chamado de set-top box, que é, em outras palavras, um adaptador. Ele faz fazer com que o sinal digital da emissora seja entendido pela TV analógica, melhorando a qualidade da imagem e do som.


Além do conversor, também é preciso ter uma antena que capte sinal digital. A antena deve captar o sinal UHF, assim é preciso verificar se o sinal pega e se antena é compatível antes de comprar o adaptador. Caso não seja, é possível comprar uma antena UHF ou a combinada, que capta os sinais UHF + VHF.


Modelos de TV de LCD, LED ou Plasma costumam contar com entrada HDMI, já as mais antigas contam com cabos RCA. É importante verificar a entrada antes da compra do conversor, para só então instalá-lo.

Fonte: Folha Vale do Paraopeba

Outras Notícias

PUBLICIDADE